quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Uma vampira qualquer.


Segue a história de RPG que criei. Como o RPG é de The Vampire Diaries, a história é de uma vampira.

"Nasci em 1603 e tive uma vida muito normal até me mudar com a minha família, em 1618, de Frankfurt, que fica na atual Alemanha, para Gävle, na atual Suécia. Meu pai era um nobre rico e com negócios ascendentes. Em Gävle minha vida começou a mudar.
Conheci um rapaz logo que cheguei na cidade e de cara me apaixonei pelo seu jeito. Lembro como se fosse ontem, Fredrik Larsson me encantou de um modo que nunca voltaria a acontecer novamente na minha vida, seu sorriso quando me viu descer da carruagem era doce e gentil. Viramos amigos e depois de 2 anos fugiamos de noite para um bosque e deitavamos em baixo de um salgueiro-chorão que ficava próximo a um lago, conversavamos a noite toda. Fredrik era muito carinhoso e sincero, mas misterioso e solitário. Seus pais morreram quando ele era jovem. Eu sabia que ele escondia um segredo, mas respeitava a sua decisão de não me contar. Tinha certeza que me contaria quando estivesse preparado. Percebi que ele não envelhecia, permanecia aparentando os mesmos 25 anos de quando o conheci. Às vezes seu rosto ficava obscuro e os seus olhos ganhavam uma sombra. Quando completei 18 anos, em 1621, fomos ao bosque e ele, com os olhos tristes, me contou o seu segredo. Ele era um VAMPIRO! No começo fiquei assustada e com medo, mas o amava demais para me importar, eu só desejava ser dele e tê-lo para mim. Disse que o amava e que isso era apenas um detalhe se comparado às dimensões do meu amor. Beijei-o. Seus olhos demonstravam alívio e amor. Senti um desejo incontrolável dentro de mim e entreguei-me de corpo e alma para ele. Nos 2 anos que se passaram dediquei minha vida a convencê-lo a me transformar. Demonstrava más maneiras aos meus pretendentes e fazia todos desistirem do casamento. No meu aniversário de 21 anos, em 1624, sofri um acidente e quase morri. Foi então que Fredrik se convenceu de que nossas vidas dependiam uma da outra. Finalmente me tranformou. Fingimos minha morte e passamos a viver um pouco em cada lugar. Vivemos felizes pelos 200 anos que se seguiram, sabiamos tudo sobre nossas vidas. Soube da história de seus pais e do falecimento de sua irmã, Liah Larsson, quando ele tinha 21 anos. Até que no dia 14 de agosto de 1824 cheguei em casa e ele estava morto. Cruel e violentamente assassinado com uma estaca no seu coração. Sentia cheiro de verbena pela sala. Senti meu coração se despedaçar em mil pedaços. Quem teria sido capaz de matá-lo? Passei a viver em busca de respostas, qualquer coisa que justificasse a morte dele. Investiguei sua vida e de sua família. Descobri que sua irmã 'morta' havia se transformado em vampira e agora se chama Liah Salvatore. Viramos amigas. Em 2009 fui morar em Mystic Falls, ainda em busca de respostas, e consolo, pela morte do meu, ETERNO, marido. Ficar perto da Liah é uma forma de estar sempre com ele, um pedaço dele."

Ps: Fredrik Larsson é uma pessoa real. Ele é um cantor que nasceu em Gävle.

Um comentário:

  1. Que loco MANO D:

    Gostei ehehhe, ena que le morre depois do meu niver :'(

    ResponderExcluir